Alimentação e Equilíbrio

As proteínas são os constituintes essenciais do organismo.

Proteínas

As proteínas são os constituintes essenciais do organismo. Asseguram numerosas funções: construção dos tecidos (função essencialmente estrutural), defesas imunitárias (manutenção da imunidade)... O seu valor energético é de 4 Kcal /grama.

- Onde encontrar as proteínas?

Nas carnes vermelhas e brancas, peixes, ovos, aves, lacticínios e nos legumes secos.

- Alguns conselhos dietéticos

Não acrescente gorduras na preparação da carne e dos ovos. Privilegie as carnes magras como as aves e o coelho. Deve favorecer o consumo de peixe. A substituição esporádica de 1 porção de carne por 100g de legumes secos pode ter vantagens.

Equivalência em Proteínas

20 g de Proteínas(1 porção)
= 100 g de carne
= 120 g de peixe
= 2 ovos.

- Qual a quantidade?

Qual a quantidade diária de Proteínas a ingerir? Um adulto deve consumir diariamente e a cada refeição um destes alimentos (1 porção nas duas principais refeições).

A alimentação é uma questão de equilíbrio.

 

Glícidos

Existem dois tipos de glícidos: os glícidos simples que são rapidamente absorvidos pelo organismo (glicose, lactose, sacarose ou açúcar de beterraba e de cana.) e os glícidos complexos (amido) que se digerem mais lentamente.
Os glícidos fornecem uma energia facilmente utilizável pelo organismo e particularmente adaptada ao esforço físico (1 g de glícido fornece 4 kcal).

Onde encontrar os glícidos?

Os glícidos simples estão presentes no açúcar de mesa e nos alimentos ricosnestas substâncias (bolos,compotas, bebidas açucaradas,...). Os glícidos complexos devem constituir metade da nossa alimentação, os restantes devem ser provenientes das proteínas e dos lípidos. Estes, devem ser preferencialmente veiculados por alimentos contendo fibras (não refinados): cereais (trigo, pão, centeio, arroz, milho), batatas, feijão, legumes secos, massas e fruta. Libertam a sua energia gradualmente evitando os famosos "cansaços" ou uma fome súbita.

Alguns conselhos dietéticos

Prefira o arroz e as massas, ricos em amido (é o hidrato de carbono mais complexo, cuja molécula é lentamente desdobrada durante a digestão em vários produtos intermédios, até ao seu produto final mais simples - a glicose). Varie os tipos de pães (pão completo, pão de centeio, pão integral.). Prefira cereais sem açúcar ao pequeno almoço e polvilhe com CANDEREL.

Equivalência em Glícidos :

20 g de glícidos complexos (1 porção)
= 2 batatas grandes
= 4 colheres de sopa rasa de massa, arroz
= 5 legumes secos (cozidos)
= 1 pão pequeno
= 1 taça de flocos de aveia

Qual a quantidade ?

Qual a quantidade diária de Glícidos a ingerir? 1 taça de cereais, 1 porção de legumes secos pelo menos numa refeição (de preferência nas 2 refeições).

A alimentação é uma questão de equilíbrio.